Reconhecimentos

O que faz a Bristol-Myers Squibb se destacar? O nosso compromisso com os pacientes com doenças graves e nosso foco na busca de medicamentos inovadores.

Ao longo dos anos, a Bristol-Myers Squibb e seus funcionários têm recebido inúmeros prêmios e reconhecimentos, incluindo a Medalha Nacional de Tecnologia, o Prêmio Lasker de Pesquisa Médica e o Prêmio Prix Galien. Além disso, temos sido aclamados ano após ano como uma das melhores empresas para mães que trabalham, um ótimo lugar para cientistas trabalharem e um reconhecido líder da indústria em termos de meio ambiente, saúde e segurança.

Segue abaixo uma seleção de prêmios e reconhecimentos que recebemos:

Pelo sétimo ano consecutivo, estamos entre os top 10 entre as 100 melhores empresas cidadãs corporativas pela Revista Responsabilidade Corporativa.

A maior pesquisa global de avaliação do índice de confiança dos funcionários com o ambiente de trabalho e de análise das melhores práticas de gestão de pessoas, promovida pela empresa global Great Place to Work, em parceria com a revista Época, elegendo as melhores empresas para se trabalhar no país anualmente.

Pelo 18º ano consecutivo, a BMS recebe o prêmio Working Mother 100 Best Companies, da revista Working Mother, pelo compromisso em oferecer programas para que as mães possam conciliar a carreira com a vida pessoal.

Considerada no top 20 do ranking de carreiras científicas em Pesquisa e Desenvolvimento. Caracterizada como: líder em inovação na indústria, tratar os colaboradores com respeito e ter funcionários leais.

As Empresas Mais Éticas no Brasil promovido pelo Instituto Brasileiro de Ética nos Negócios. A BMS recebeu um prêmio como empresa destaque de 2015 em Ética e Compliance.

Em 2014, 5 cientistas da BMS foram reconhecidos no 2014 PhRMA Research and Hope Award pelo excelente trabalho na descoberta e no desenvolvimento de novos medicamentos contra HIV/AIDS. Esse reconhecimento é uma celebração da ciência, das conquistas e do importante papel dos membros da comunidade de pesquisa biomédica, que vêm fazendo diferença significante nesta área.

A Bristol-Myers Squibb foi escolhida como um das 50 melhores Empresas para a Diversidade em abril de 2013 pela Diversity Inc. A classificação é baseada nas respostas de empresas a uma pesquisa detalhada, dividida em quatro áreas igualmente ponderadas: Compromisso do CEO, Capital Humano, Comunicação Organizacional e Empresarial e diversidade de fornecedores. Naquele ano, 893 empresas participaram da pesquisa.

Pelo oitavo ano consecutivo, a Bristol-Myers Squibb recebeu a classificação máxima de 100 por cento no Índice de Igualdade Corporativa. O relatório, divulgado anualmente pela Fundação da Campanha dos Direitos Humanos – a maior organização americana em prol dos direitos civis de lésbicas, gays, bissexuais e transexuais - fornece uma análise aprofundada e uma classificação de grandes empregadores norte-americanos e das suas políticas e práticas. O Índice deste ano classificou 688 empresas.

Em fevereiro de 2013, a Associação Nacional para Executivas Mulheres selecionou a Bristol-Myers Squibb como uma das 50 melhores Empresas para Mulheres Executivas, pelo 11º ano consecutivo. As empresas na lista daquele ano tiveram pelo menos duas mulheres no conselho de administração, um número significativo de mulheres nos altos escalões e programas e políticas de apoio à progressão das mulheres.

Em julho de 2012, o Ethisphere Institute, uma think-tank (usina de ideias) líder internacional dedicada à pesquisa e promoção das melhores práticas na ética corporativa e compliance, concedeu à Bristol-Myers Squibb o Prêmio de Verificação de Líder de Compliance. O prêmio reconhece as empresas com os melhores programas de ética e compliance na indústria - aquelas organizações que tomaram a decisão de investir recursos de forma pró-ativa em compliance, enviando um sinal claro para os stakeholders de que a compliance e ética são uma prioridade organizacional absoluta.

O DiversityBusiness.com nomeou a Bristol-Myers Squibb como uma das 50 Melhores Organizações para Oportunidades de Negócios Multiculturais em 2012. O Div50, como é conhecido, tornou-se a mais reconhecida classificação de empresas que se diferenciam no mercado por meio de suas relações com diversas organizações.

Em 2011, a Bristol-Myers Squibb recebeu uma classificação como Prime Company pela quarta vez seguida pela pesquisa oekom, uma empresa Europeia líder de classificação de sustentabilidade. Usando critérios sociais e ambientais, o status Prime é concedido às empresas que estão entre as líderes em seu ramo.

A Bristol-Myers Squibb foi reconhecida como a 78ª entre 500 das maiores corporações da América nas classificações de questões ambientais de 2012 da Newsweek.

Em janeiro de 2011, a Bristol-Myers Squibb foi reconhecida pela revista R&D Directions como tendo a “Linha de Produtos Mais Inovadores" dentro da indústria farmacêutica.

De acordo com um relatório divulgado pelo Centro Ambiental Roberts na Claremont McKenna College, a Bristol-Myers Squibb obteve a pontuação mais alta em relatórios de sustentabilidade no setor farmacêutico. O relatório compilou as pontuações do Índice de Sustentabilidade Pacific, avaliando a elaboração de relatórios ambientais e sociais das 26 maiores empresas farmacêuticas em todo o mundo.

A Bristol-Myers Squibb foi reconhecida como a Empresa Inovadora do Ano de 2009 pela revista PM360. Entre os critérios para a seleção havia a participação cívica, o acesso ao paciente, a consciência ambiental, o desenvolvimento de funcionários e a inovação.

Nosso site corporativo foi reconhecido com o prêmio Best in Class para uma empresa farmacêutica em 2009 pela Interactive Media Awards. A Bristol-Myers Squibb foi reconhecida como uma das empresas líderes orientadas à sustentabilidade pelo Índice Dow Jones de Sustentabilidade para a América do Norte de 2009.

O Departamento de Relações com Investidores da Bristol-Myers Squibb foi avaliado o melhor no negócio farmacêutico na opinião dos investidores consultados pela revista Institutional Investor, uma editora internacional líder em business-to-business focada principalmente no mercado financeiro internacional.

A Bristol-Myers Squibb recebeu o Prêmio de Aliança Inovadora Allicense de 2009 pela colaboração com a Exelixis. Este foi o segundo ano consecutivo em que a empresa foi presenteada com este reconhecimento de prestígio, que homenageia as melhores e mais inovadoras parcerias do mundo entre empresas de biotecnologia e farmacêuticas.

A FORTUNE China nomeou a Bristol-Myers Squibb China uma das dez melhores Empresas Verdes em 2009 em reconhecimento aos esforços de conscientização, prevenção e assistência da hepatite por parte da Bristol-Myers Squibb na Ásia. Desde 2002, a Bristol-Myers Squibb China tem feito parceria com a Fundação Bristol-Myers Squibb e com organizações sem fins lucrativos locais em 11 projetos de prevenção e controle da hepatite, que têm beneficiado diretamente sete milhões de pessoas.

A pesquisa de 2009 das Empresas Mais Respeitadas da Barron inclui a Bristol-Myers Squibb como a 40ª empresa mais respeitada do mundo. A pesquisa reflete as opiniões dos gerentes monetários das 100 maiores empresas de capital aberto do mundo com base em capitalização no mercado de capitais. Uma variedade de atributos contribuiu para a pontuação geral, incluindo uma gestão sólida, boa estratégia empresarial, práticas éticas e desempenho financeiro.

A Calvert, líder em investimentos socialmente responsáveis, criou o Calvert Social Index®, uma referência de base ampla, rigorosamente construída para medir o desempenho de empresas socialmente responsáveis. O Departamento de Pesquisa Social da Calvert analisa as 1.000 maiores empresas dos Estados Unidos anualmente. A Bristol-Myers Squibb aparece nesse Índice Social de empresas desde 2003.

O Fundo Asiático-Americano de Defesa e de Educação Legal honrou Sandra Leung, vice-presidente sênior, advogada conselheira geral e secretária corporativa, como uma ganhadora de seu Prêmio de Justiça em Ação de 2009. O prêmio, que reconhece indivíduos excepcionais por suas realizações e contribuições extraordinárias em promover a justiça e a igualdade, foi apresentado em março daquele ano, em Nova York.

A Divisão de Química Medicinal da Sociedade Americana de Química apresentou John E. Macor, diretor executivo, Química de Descoberta em Neurociência, Pesquisa e Desenvolvimento, com o Prêmio Memorial Robert M. Scarborough de 2009. Essa conquista de prestígio reconhece cientistas com idade inferior a 50 anos que têm sucesso documentado na descoberta de compostos farmacêuticos e que fizeram contribuições significativas de pesquisa em química medicinal. Macor foi citado pela descoberta de um medicamento anti-enxaqueca, bem como por inúmeras outras descobertas clínicas.