Hands On: Uma iniciativa de responsabilidade social por meio do trabalho voluntário

08/11/18

A responsabilidade social é um pilar importante para a BMS Brasil. Por isso buscamos oferecer oportunidades aos nossos colaboradores para que realizem trabalhos voluntários. Uma das maneiras de viabilizar esse objetivo é por meio do programa interno Hands On.

Criado em 2017 com propósito de apoiar ONGs e instituições que atuam em benefício de pacientes oncológicos e seus familiares, o Hands On é formado por um grupo de 16 “embaixadores” que, com apoio da área de Advocacy, definem anualmente quais serão as instituições visitadas. A cada nova experiência definida é formado um grupo de funcionários da empresa que atuarão como voluntários.

O Projeto

O objetivo do grupo é conhecer in loco a instituição escolhida, fazendo uma imersão para verificar seus processos e estruturar um plano de ação que os ajude a melhorar, e oferecendo um trabalho de consultoria focado em administração, gestão e desenvolvimento. Atualmente, o projeto é liderado por Rodrigo Guariso, Country Controller da BMS Brasil.

“Nossa proposta é fazer tudo isso em uma semana e deixar um legado na instituição, que possa fazer a diferença, gerando resultados positivos.”
Rodrigo Guariso, líder do programa Hands On

 

Em 2018, a instituição escolhida para ser visitada pelo grupo Hands On foi a Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí. Cinco colaboradores da BMS Brasil foram para Teresina e durante uma semana trabalharam em novas ideias e melhorias para a ONG. Confira os depoimentos dos participantes:

“A oportunidade de trabalhar tão próximo da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí foi uma experiência grandiosa profissional e pessoalmente. Pude colaborar para diversas melhorias na atividade deles, mas, sem dúvida, eles contribuíram muito mais para mim. Ver o quanto é bonito o trabalho que eles fazem com as crianças que estão em tratamento de câncer me mostrou um lado muito positivo do trabalho voluntário. O formato de atuação do Hands On é muito bacana, e se torna uma experiência única de vida!”
Eduardo Magro – Gerente Comercial + CRM.

“O Hands On foi meu primeiro contato com o trabalho voluntário. A princípio, o que mais chamou minha atenção foi a proximidade com uma realidade muito diferente da minha e também vivenciar as dificuldades que o paciente com câncer enfrenta no nosso país. Por outro lado, essa aproximação agregou mais valor ao meu trabalho, afinal, pude ver de perto para quem eu realmente trabalho todos os dias! Essa oportunidade me inspirou a querer continuar praticando o trabalho voluntário. Além disso, pretendo manter meu contato e continuar ajudando a Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí. Sinto que o sucesso deles acaba sendo meu também!”
Guilherme Lopes – Analista de Finanças.

“Participar do Hands On foi um marco em minha vida! Ficou claro para mim que se uma ONG, liderada por quatro mulheres que possuem suas atividades pessoais, é capaz de fazer tanto por tantas famílias, qualquer um de nós é capaz de ajudar também. O amor que todos os funcionários da Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí transmitem e doam para as famílias é tão grande, que é impossível não se sensibilizar e se emocionar. Por conta da minha experiência na área comercial da BMS, consegui contribuir com ideias e ações com objetivo de arrecadação de fundos para os diversos projetos que eles possuem. Descobri que sou capaz de fazer muito mais do que já faço para ajudar as pessoas. Não digo em termos materiais, mas, principalmente, de amor e carinho sem medida!”
Adriane Alves – Consultora de Vendas.

“Fazer parte do projeto Hands On foi uma experiência extraordinária! A semana foi intensa, cheia de emoções e lindas histórias. Ao chegar na Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí encontramos um lar que oferece amor, educação, e a esperança de mais um dia poder ser criança. Aprendemos muito mais do que ensinamos. Com muita vontade e amor no coração, trabalhamos, pensamos, criamos e inovamos de forma desafiadora, sugerindo ideias e ações viáveis que atendessem as necessidades levantadas pela ONG. Ficamos tão apaixonados pelo projeto que realmente queríamos fazer a diferença! Ajudar é uma dádiva e aprendi que podemos ser fortes aliados na luta contra o câncer de inúmeras crianças e adolescentes.”
Luciana Zamprogna – MSL
(Medical Science Liaison).

"Essa foi minha primeira participação no projeto Hands On e trouxe uma experiência muito marcante para mim, tanto pessoal quanto profissionalmente. Conhecer pessoas que não enxergam limites quando se propõem a realizar a missão que abraçaram, me ensinou que podemos fazer coisas inimagináveis quando nos convencemos de que falhar não é uma opção. Vi nos olhos de cada criança e mãe assistida pela Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí, a necessidade e a vulnerabilidade que todos os dias nos move a fazer mais pelos nossos semelhantes. Sou grato à BMS por me proporcionar uma experiência tão marcante e transformadora!"
Gerson Costa - Consultor de Vendas.

 

Linha do tempo com todos os trabalhos realizados por meio do programa Hands On.

Linha do tempo com todos os trabalhos realizados por meio do programa Hands On.

Visita do grupo de voluntários do Hands On na Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí

Visita do grupo de voluntários do Hands On na Rede Feminina Estadual de Combate ao Câncer do Piauí