Mural com várias mãos

#MostraTuaPele

Participe da campanha #MostraTuaPele e previna-se contra o câncer melanoma.

04/05/18

Empenhada na prevenção ao câncer melanoma, a Bristol-Myers Squibb, em parceria com os Institutos Lado a Lado pela Vida, Oncoguia e Vencer o Câncer, acaba de lançar a campanha #MostraTuaPele. O objetivo é alertar sobre a importância da prevenção e de ficar atendo aos sinais deste, que é o tipo mais letal de câncer de pele.

Maio é o mês internacional de conscientização do melanoma e durante todo o período a BMS promoverá diversas ações de marketing e comunicação nas plataformas digitais das instituições parceiras. Posts com conteúdo, imagens e vídeos sobre o tema devem colaborar para ampliar o conhecimento da população brasileira sobre a importância do acompanhamento médico e do auto-exame.

A campanha conta ainda com o apoio de uma pesquisa nacional encomendada pela biofarmacêutica para o Instituto DataFolha. Distribuída em 152 municípios, a pesquisa entrevistou 2077 pessoas a partir de 16 anos e de todas as classes econômicas durante o mês de abril e revelou que 78% da população brasileira não sabe o que é melanoma.

Embora menos frequente que o câncer de pele não melanoma, de acordo com o Instituto Nacional de Câncer (INCA), cerca de 6.260¹ novos casos da doença serão confirmados em 2018, esta doença possui alto grau de letalidade devido a facilidade em apresentar metástase (quando se espalha para outros órgãos).

Desenvolver e disponibilizar medicamentos inovadores está no DNA da BMS e a empresa está engajada na prevenção das doenças graves para as quais direciona seus investimentos em pesquisas. “Conscientizamos fortemente nossos funcionários e, agora, queremos que os brasileiros, com toda sua diversidade cultural e racial, tenham acesso a informação de qualidade e conversem sobre o assunto com seus familiares e amigos. Somente assim formaremos uma grande rede de informação para combater o câncer melanoma”, afirma Gaetano Crupi, presidente do Bristol-Myers Squibb no Brasil.

Acesse e saiba mais sobre os resultados da pesquisa.

Entenda o que é o câncer melanoma e suas opções de tratamento.

Atualmente, 78% da população brasileira não sabe o que é o câncer melanoma, o tipo mais agressivo de câncer de pele, caracterizado pelo crescimento descontrolado das células produtoras de melanina (melanócitos). De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA) são estimados cerca de 6.260 novos casos no Brasil em 20181.

A prevenção deste tipo de câncer requer alguns cuidados diários com a pele, como o uso de filtro solar. Ainda mais importante é ficar atento às pintas do corpo, e visitar um médico especialista caso haja alguma suspeita.

Como saber se minha pinta é um câncer melanoma?
Os critérios básicos para uma autoanálise das pintas são com base na regra ABCDE: Assimetria, Borda irregular, Cor em diversos tons, Diâmetro maior que 6 milímetros e Evolução do seu tamanho.

Qual médico procurar?
Caso apresente uma ou mais pintas que se encaixam nos critérios acima, procure um médico especialista de sua confiança. Para a primeira consulta, é indicado dermatologista ou o oncologista.

Como é feito o diagnóstico?
O diagnóstico do câncer melanoma é feito por meio de diversos exames, como biópsia, dermatoscopia e microscopia confocal. Nos casos de doença avançada, outros exames podem ser solicitados para análise de possíveis metástases (quando o câncer se espalhou para outros órgãos).

Quais são as opções de tratamento?
As opções de tratamento para o câncer melanoma dependem do local do tumor, estágio da doença e estado geral de saúde do paciente.

Normalmente, para estágio inicial, a cirurgia é recomendada para remoção do tumor e costuma ser suficiente. Em estágios mais avançados, outras formas de tratamento são necessárias, como quimioterapia, radioterapia, terapia alvo e imunoterapia.

Fontes:
http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/pele_melanoma/definicao