NOTÍCIAS DE NEGÓCIOS

Tratamento imuno-oncológico para câncer de bexiga é aprovado no Brasil

05/03/18

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) acaba de aprovar o medicamento Opdivo (nivolumabe) para o tratamento de pacientes que enfrentam o câncer de bexiga localmente avançado irressecável ou metastático no Brasil. O remédio é indicado para pacientes que já tenham sido previamente tratados com a terapia padrão à base de platina.

A aprovação se baseou nos resultados do estudo de fase 2 CheckMate 275 que avaliou a segurança e a eficácia de nivolumabe como agente único para o tratamento de pacientes que enfrentam a doença. De acordo com o estudo, 19.6% dos pacientes responderam ao tratamento com Opdivo (nivolumabe). A porcentagem de pacientes com resposta completa foi de 2.3% e a porcentagem de pacientes com resposta parcial foi de 17.4%. Dentre os pacientes que responderam, a duração mediana de resposta foi de 10.3 meses e o tempo médio para a resposta foi de 1.9 meses.

São dados significativos inéditos para este que é o 9º tipo de câncer mais comum no mundo e, segundo os dados do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o Brasil deve registrar 9.480 casos em 2018, sendo 6.690 em homens e 2.790 em mulheres. *

Opdivo (nivolumabe) é o único medicamento desta classe aprovado no país a oferecer ganho de sobrevida com qualidade de vida em seis tipos de tumor: melanoma, câncer de pulmão, câncer de rim, linfoma de Hodgkin, câncer de cabeça e pescoço e bexiga.

*Fonte: INCA http://www2.inca.gov.br/wps/wcm/connect/tiposdecancer/site/home/bexiga