Distúrbios Imunológicos

IM128-027 – Lúpus Eritematoso Sistêmico Ativo (lúpus)

Título: Estudo Fase II, Multicêntrico, Randomizado, Duplo-Cego, Controlado por Placebo, para Avaliar a Segurança e Eficácia do BMS-931699 versus Placebo com Terapia de Base, limitada ao Tratamento Padrão, para Pacientes com Lúpus Eritematoso Sistêmico Ativo



Inclusão de pacientes: fechado



Acrômio público: IM128-027



Identificadores secundário:



NCT02265744
Órgão emissor: ClinicalTrial.gov Identifier



IM128-027
Órgão emissor: Bristol-M yers Squibb



37284414.8.1001.5133
Órgão emissor: CAAE



Condição de saúde: Lupus Eritematoso Sistêmico.



País de recrutamento: Argentina, Brasil, Canada, Colombia, França, Alemanha, Hungaria, Italia, Japão, México, Polônia, República da Coréia, Romênia, África do Sul, Espanha, Taiwan, Estados Unidos das Américas.



Critérios de inclusão:

  • O paciente deve ter Lúpus Eritematoso Sistêmico (LES), definido pelo cumprimento de pelo menos 4 dos 11 critérios de classificação do Colégio Americano de Reumatologia para a classificação de LES, sequencialmente ou coincidentes; 
  • Homens e mulheres com 18 a 70 anos de idade, inclusive;
  • Mulheres com potencial para engravidar (WOCBP) devem apresentar um teste de gravidez sérico ou urinário negativo (sensibilidade mínima de 25 UI/L ou unidades equivalentes de HCG) em até 24 horas antes do início do uso do medicamento em estudo;
  • As mulheres não podem estar amamentando;
  • WOCBP devem concordar em seguir as instruções de uso de método(s) contraceptivo(s) durante todo o tratamento com o(s) medicamento(s) em estudo BMS-931699 mais 5 meias-vidas do medicamento em estudo BMS-931699 (7 dias) mais 30 dias (duração do ciclo menstrual), em um total de 65 dias após a conclusão do tratamento;
  • Homens sexualmente ativos com WOCBP devem concordar em seguir as instruções de uso de método(s) contraceptivo(s) durante todo o tratamento com o(s) medicamento(s) em estudo BMS-931699 mais 5 meias-vidas do medicamento em estudo BMS-931699 (7 dias) mais 90 dias (duração da renovação do esperma), em um total de 125 dias após a conclusão do tratamento; Homens azoospérmicos e WOCBP que não são ativas heterossexualmente de forma contínua estão liberados das exigências de contracepção.


Critérios de exclusão:

  • Pacientes com LES induzido por medicamento, em oposição ao LES “idiopático”;
  • Pacientes com outra doença autoimune; Pacientes com síndrome dos anticorpos antifosfolipídeos primária como característica única ou primária do seu LES ou com síndrome semelhante a lúpus devem ser excluídos. No entanto, pacientes com síndrome dos anticorpos antifosfolipídeos secundária podem ser incluídos no estudo, a menos que tenham apresentado um evento trombótico sério (embolia pulmonar, AVC, trombose venosa profunda) no período de um ano antes da assinatura do consentimento. Pacientes em uso crônico de coumadin ou enoxaparina podem ser incluídos no estudo;
  • Qualquer cirurgia de grande porte no período de 6 meses antes da administração do medicamento em estudo (Dia 1) ou qualquer cirurgia eletiva planejada no decorrer do estudo; Os seguintes pacientes não serão permitidos neste estudo: i) Pacientes com qualquer história ou risco de tuberculose (TB), especificamente pacientes com: (1) Evidência clínica, radiográfica ou laboratorial atual de TB ativa.(2) História clínica de TB ativa nos últimos 3 anos, a menos que haja documentação de que o tratamento anti-TB anterior foi apropriado com relação ao tipo e duração de acordo com as diretrizes atuais da Organização Mundial de Saúde. (3) TB latente, definida como teste QFG ou outro teste diagnóstico positivo na ausência de manifestações clínicas, a menos que o paciente tenha recebido pelo menos 1 mês de tratamento com Isoniazida, ou outros agentes recomendados pelas diretrizes da Autoridade de Saúde local, antes do Dia 1.(4) Teste QFG (ou outro teste diagnóstico) positivo na triagem ou no período de 3 meses antes do Dia 1 é aceitável desde que haja documentação de um resultado negativo até o Dia 1.ii) Pacientes com manifestações lúpicas neuropsiquiátricas ativas ou instáveis incluindo, entre outras, qualquer condição definida pelos critérios BILAG “A”, com exceção de mononeurite múltipla e polineuropatia, que são permitidas. iii) Pacientes com nefrite lúpica ativa severa (classe III, IV da OMS) que requeira ou possa requerer tratamento com agentes citotóxicos ou altas doses de corticosteroides. Pacientes com doença renal anterior controlada, com proteinúria residual de até 3 g/dia ou uma razão proteína/creatinina na urina de 3 mg/mg ou 339 mg/mmol são permitidos. iv) Pacientes com herpes zoster que tenha sido solucionado há menos de 2 meses antes da triagem. v) Pacientes com evidência (conforme avaliado pelo investigador) de infecções bacterianas ou virais latentes ou ativas no momento da triagem, incluindo pacientes com evidência de infecção por Vírus da Imunodeficiência Humana (HIV), definido por positividade de anticorpos anti- HIV-1, HIV- 2.vi) Pacientes recebendo atualmente hidroxicloroquina ou cloroquina com evidência de retinopatia nos 6 meses anteriores à triagem ou que não tenham feito nenhuma avaliação oftalmológica no período de um ano antes da triagem, e que não farão este exame ou que não estão dispostos ou são incapazes de fazer exames oftalmológicos regulares enquanto estiverem participando do estudo;
  • Doença concomitante que, na opinião do investigador, provavelmente exigirá terapia sistêmica adicional com glicocorticosteroides durante o estudo (por exemplo, asma) é excludente. No entanto, o tratamento de asma com corticosteroides de inalação é permitido; Mulheres com exame das mamas com suspeita de malignidade e nas quais a possibilidade de malignidade não possa ser razoavelmente excluída após avaliações adicionais clínicas, laboratoriais ou outras avaliações diagnósticas;
  • Pacientes com história clínica de câncer nos últimos 5 anos (exceto cânceres de células cutâneas não melanoma curados por ressecção local). Cânceres de células cutâneas não melanoma existentes devem ser removidos antes da randomização (Dia 1 do tratamento). Carcinoma in situ, tratado com intervenção cirúrgica definitiva, é permitido; · Pacientes com qualquer infecção bacteriana ou viral aguda e/ou crônica séria (tal como pneumonia infecção renal e sinusite). Documentação da resolução deve estar disponível no prontuário médico antes do Dia 1 (randomização);
  • Doação de sangue a um banco de sangue ou em um estudo clínico (exceto uma visita de triagem) nas 4 semanas anteriores à administração do medicamento em estudo (somente 2 semanas para plasma); Transfusão de sangue nas 4 semanas anteriores à administração do medicamento em estudo;
  • Incapacidade de submeter-se a punção venosa e/ou tolerar acesso venoso;
  • Qualquer outro motivo médico, psiquiátrico e/ou social razoável determinado pelo investigador;
  • Evidência de disfunção orgânica ou qualquer desvio clinicamente significativo em relação à normalidade no exame físico, sinais vitais, ECG ou determinações clínico-laboratoriais além do que seja compatível com a população alvo;
  • Resultado positivo para antígeno de superfície da hepatite B; Resultado positivo para anticorpo anti-hepatite C com resultado positivo no ensaio imunoblot recombinante (RIBA) ou em Reação em Cadeia pela Polimerase (PCR); Contagem leucocitária (WBC) < 1.200/mm3 (1,2 x 109/L);
  • Contagem plaquetária < 50.000/mm3 (50 x 109/L); Hemoglobina < 8 g/dL ou < 7g/dL se devido a anemia hemolítica relacionada ao LES; Proteinúria > 3,0 g/dia (3000 mg/dia) ou nível equivalente de proteinúria, avaliado pela razão proteína/creatinina (3 mg/mg ou 339 mg/mmol);
  • Creatinina sérica > 2,0 mg/dL;
  • Sedimento urinário ativo definido da seguinte forma: Cilindros eritrocitários;Alanina aminotransferase (ALT) sérica > 2 vezes o limite superior da normalidade (LSN) a menos que, na opinião do investigador, a elevação esteja explicitamente relacionada ao lúpus;
  • Aspartato aminotransferase (AST) sérica > 2 vezes o limite superior da normalidade (LSN) a menos que, na opinião do investigador, a elevação esteja explicitamente relacionada ao lúpus;
  • Exame urinário positivo para drogas ilegais, exceto narcóticos prescritos para dor;
  • Qualquer outro resultado de exame laboratorial que, na opinião do investigador, possa colocar o paciente em risco inaceitável por participar deste estudo;
  • História de qualquer alergia medicamentosa significativa (como anafilaxia ou hepatotoxicidade);
  • Prisioneiros ou indivíduos que estejam confinados involuntariamente;
  • Indivíduos que estejam detidos compulsoriamente para tratamento de uma doença física o psiquiátrica (por exemplo, doença infecciosa);


Centros de Pesquisa participantes no Brasil:

 

Cidade: Juiz de Fora - MG
Pesquisador Responsável: Dra. Silviane Vassalo  
Contato: Simone Gomes 
Tel: (32) 3312-8929
Email: cmip_jf@yahoo.com.br

 

Cidade: São Paulo - SP
Instituição: CPCLIN - Centro de Pesquisa LTDA
Pesquisador Responsável: Flora Maria D'Andrea Marcolino 
Contato: Ana Paula Cavalcante ou Departamento de cadastro 
Tel: 11 2711-0273
Email: cadastro@cpclin.com.br

 

Cidade: Porto Alegre - RS
Instituição: LMK. Serviços Médicos Sociedade Simples
Pesquisador Responsável: Mauro Waldemar Keiserman 
Contato: Heidi Medina ou Coordenação 
Tel: (51) 3320-5057 ou (51) 3061-3440
Email: reumatopesquisa@gmail.com
Website: www.reumacenter.com.br ou www.reumacenter.med.com.br

 

Cidade: Curitiba - PR
Instituição: Edumed – Educação em Saude S/S Ltda
Pesquisador Responsável: Valderilio Feijó Azevedo
Contato: Gláucia e Liliane 
Tel: (41)3049-6504
Email: glauciasantin@hotmail.com ou liliane.edumed@gmail.com
Website: http://edumed.med.br/

 

Cidade: Salvador - BA
Instituição: SER – Serviços Especializados em Reumatologia
Pesquisador Responsável: Mittermayer Barreto Santiago
Contato: Carla ou Ana Claudia
Tel: (71) 3022-9886
Email: pesquisa@serdabahia.com.br
Website: www.serdabahia.com.br

 

Cidade: São Paulo - SP
Instituição: Associação de Assistência à Criança Deficiente ( AACD Lar Escola)
Pesquisador Responsável: Morton Aaron Scheinberg
Contato: Roberta ou Aline 
Tel: (11) 5904-8078
Email: ronunes@aacd.org.br
Website: https://aacd.org.br/

 

Cidade: Goiânia - GO
Instituição: CIP - Centro Internacional de Pesquisa
Pesquisador Responsável: Antonio Carlos Ximenes
Contato: Caroline ou Jaianne 
Tel: (62) 3224-3280
Email: carolinepesquisacip@gmail.com ou aximenes@terra.com.br

 

Cidade: Varginha - MG
Instituição: Centro Médico Varginha LTDA
Pesquisador Responsável: Adrian Nogueira Bueno / Maria Lucia Alvares de Azevedo Bahr
Contato: Carolyne Mendes Costa
Tel: (35) 3212 4886 / (35) 3212-8740
Email: carolynemendes@centromedicovarginha.com.br
Website: http://centromedicovarginha.com.br/